Até o Fim (2001)

Até o Fim (2001)

Rating

1 out of 5
Nem a pau, Juvenal!

Total

1
1 out of 5

Provavelmente coloquei sem querer este Até o Fim, de 2001, em minha lista de desejos. É homônimo do mais recente filme com Robert Redford. O antigo é com Tilda Swinton como protagonista. Mesmo com uma premissa ótima, o filme é péssimo.

Preocupada com a amizade entre o filho de 17 anos e um homem mais velho de moral duvidosa, uma dona-de-casa decide intervir. Descobre que se trata de uma relação homossexual. O filho se recusa a aceitar seus conselhos. Até que os namorados se desentendem. E acidentalmente morre o mais velho. Então, a mãe passa a esconder a morte para proteger o filho.

Aí já aparece o primeiro problema. É claramente uma morte acidental. Margareth, a mãe, nem chega a perguntar ao garoto como aconteceu a morte. Já decide ocultar o ocorrido. Porque esta mulher não chama a polícia?

Uma sequência de situações que não se sustentam aparece na tela. Uma dupla de chantagistas surge do nada. E, no auge do improvável, Margareth conta segredos para o chantagista com jeito de galã.

A vontade neste momento é de desligar o televisor. Não desliguei. Mas sofri até o fim.

The Blank Wall, o romance que dá base ao filme, escrito por Elisabeth Sanxay Holding, foi publicado nos Estados Unidos em 1947, em episódios, no inocente The Ladies Home Journal. Sucesso, elogiado até por Alfred Hitchcock, se tornaria em 1949 o filme Na Teia do Destino, de Max Ophuls.

Pode ser que em 1947 ou em 1949 a situação fosse diferente, especialmente em se tratando de um casal gay. Mas, como parecem estar no livro, as falhas apresentadas pelo filme não tiram a culpa das páginas escritas.

Até o Fim / The Deep End


CLASSIFICAÇÃO: NEM A PAU, JUVENAL!


Ficha técnica:
Ano: 2001
Gênero: Suspense
Elenco: Tilda Swinton, Jonathan Tucker, Goran Visnjic, Peter Donat, Raymond J. Barry, Josh Lucas e Holmes Osborne
Direção: Scott McGehee e David Siegel
Roteiro: Scott McGehee e David Siegel, baseado em livro de Max Ophuls

Categorias: Suspense

Sobre o Autor

Escreva um Comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios*