Drama

Voltar para a Home
Drama

Sem Amor

Sem Amor está cotadíssimo para o Oscar de Filme Estrangeiro neste 2018. Pudera, é uma bela obra do cinema russo. A produção é dirigida e roteirizada por Andrey Zvyagintsev, de Leviatã (melhor roteiro em Cannes e indicado ao Oscar de Filme Estrangeiro) e O Retorno (Leão de Ouro em Veneza). Arrisco-me a dizer que é a melhor performance do diretor-roteirista. A historia é assim: um ex-casal não mais se suporta e resolve ter vidas paralelas. O problema é que é

Drama

Beleza Oculta

Beleza Oculta é o típico filme bom com Will Smith. Note que acrescentei um “bom” à frase anterior, já que o ator norte-americano de vez em quando engata a participação em umas porcarias. Mas ele acerta quase sempre quando parte para o drama de superação. Diria mais: ele é o principal ator de Hollywood para este tipo de papel. O longa narra a história de um jovem e bem sucedido publicitário que perde a filha criança, o que muda sua

Drama

Extraordinário

Extraordinário tem causado comoção por onde passa. No Brasil já está há mais de um mês em cartaz, liderando semana após semana as bilheterias. O filme de Stephen Chbosky (do ótimo As Vantagens de Ser Invisível) merece, pois é bom. É clichê, diga-se a verdade, mas nem por isso deixa de ser bom. Delicado, o longa conta a história do menino August, ou Auggie, que nasceu com uma doença congênita que, após muitas cirurgias, deixou seu rosto com marcas e

Drama

Como Funcionam Quase Todas as Coisas

Celina é uma jovem que trabalha em um pedágio em uma remota estrada no deserto. Pouco acontece em sua vida. Quando seu pai morre, ela decide viajar arriscando em busca de um novo emprego. Como Funcionam Quase Todas as Coisas é um roadie movie argentino. Apesar da credencial de qualidade – ser argentino -, não honra a tradição. O longa é paradão. O emprego que Celina consegue é para vender enciclopédia (chamada Como Funcionam Quase Todas as Coisas) a muitos

Drama Últimos filmes comentados

Walt Antes do Mickey

Quem não conhece Walt Disney? Muita gente, apesar do pensamento imediato ser “ninguém”. O homem que inventou Mickey Mouse e seus companheiros de animação, além de um conglomerado de diversão ao redor do mundo, é sem dúvida um nome famoso. Mas poucos conhecem sua fisionomia, sou capaz de apostar. E menos ainda sabem sua história de vida. Walt Antes do Mickey pega o início de carreira de Walter Disney. Ainda criança, ele tinha o hábito de desenhar os animais da

Drama Últimos filmes comentados

Chatô – O Rei do Brasil

Só pode ser brincadeira o que li por aí sobre Chatô – O Rei do Brasil. A crítica especializada gostou! Impossível. Para mim, o título já diz tudo, desde que retire-se o acento circunflexo. EIta filme chato. Baseado no livro homônimo de Fernando Morais (mil vezes melhor, por sinal), retrata vida e obra do magnata das comunicações Assis Chateaubriand (Marco Ricca). Cínico, debochado, mulherengo e extrovertido, Chatô fez fortuna e fama achincalhando quem não investisse em rua rede de comunicação,

Drama Últimos filmes comentados

Como Nossos Pais

Filmes sobre famílias têm ganho cada vez mais espaço no Brasil. Pudera, assim tem sido também no mundo, com os mais diversos gêneros. Os Meyerowitz, A Família Bélier e Os Tenenbaums têm uma pegada mais ao estilo deste Como Nossos Pais, que chega para competir cabeça a cabeça com os melhores europeus e de Hollywood. Não existem grandes reviravoltas nem metáforas mirabolantes na obra de Laís Bodanzky. Há, sim, um espaço aberto para o elenco, que com diálogos sempre a

Drama Últimos filmes comentados

Os Meyerowitz – Família Não se Escolhe

Para assistir a Os Meyerowitz – Família Não se Escolhe pode-se atentar a três fatos: o primeiro é a confusão que causou no Festival de Cannes 2017, quando protagonizou o debate sobre presença ou não de filmes da Netflix no prêmio de cinema; o segundo, o elenco afeito a comédia: Adam Sandler e Ben Stiller no comando; o terceiro, o diretor Noah Baumbach, conhecido pelos ótimos A Lula e a Baleia e Frances Ha. Melhor apostar no terceiro, pois o

Drama Últimos filmes comentados

O Patriarca

Mahana, o título original deste filme, aponta melhor para sua origem, a Nova Zelândia. Nem sempre chega ao Brasil um filme da terra do povo Maori, que vivia por lá antes da chegada dos europeus. Eu assisti a O Patriarca, nome abrasileirado, em terras neozelandesas, mas ele está disponível em terras tupiniquins. Diretamente ao ponto: não é um espetáculo, mas vale o ingresso. Dirigido por Lee Tamahori, que tem filmes hollywoodianos no currículo (007 – Um Novo Dia para Morrer,

Drama Últimos filmes comentados

Avenida

Avenida – ou Boulevard no original – é o último filme de Robin Williams. E não é que o ator – morto em 2014 – encerrou a carreira repetindo o padrão que quase sempre o acompanhou. Sua interpretação é brilhante. Este é um filme difícil de descrever. Não que seja complicado. O problema é, com qualquer ponto aqui escrito, estragar a experiência. Uma frase do personagem de Bob Odenkirk pode ajudar: “Talvez nunca seja tarde demais para viver a vida