Malévola – Dona do Mal

Malévola –  Dona do Mal

Rating

3.5 out of 5
VALE O INGRESSO

Total

3.5
3.5 out of 5

Em 2014 a Disney apostou em trazer para o protagonismo a vilã Malévola. A partir de uma hábil recriação, o foco migrou da princesa adormecida para a grande vilã. O acerto já demonstrado cinco anos atrás agora se repete com a continuação Malévola – Dona do Mal. Mas há uma diferença: a personagem de Angelina Jolie se distancia ainda mais em interesse do público, pois a Bela Adormecida (de Elle Fanning) é uma tonta de marca maior.

Cinco anos após Aurora (a Bela Adormecida) despertar do sono profundo, a agora rainha dos Moors é pedida em casamento pelo príncipe Phillip (Harris Dickinson). Ela aceita o pedido e, com isso, parte rumo ao reino vizinho de Ulstead ao lado de Malévola, sua madrasta, no intuito de conhecer seus futuros sogros, John (Robert Lindsay) e Ingrith (Michelle Pfeiffer). Aí começa o conflito entre Malévola e Ingrith.

Recheado de ótimos efeitos visuais, o filme ganha relevância depois de um péssimo início, cheio de cores, mas com cara de filme da Disney de 1930 – todos super felizes, com fadas e seres cantando e sorrindo.

É bem interessante a opção de demonstrar a origem de Malévola, até então deixada de lado.

Obviamente, é filme Disney e, assim, sabemos que no fim tudo dará certo. Mas Angelina Jolie mais uma vez entrega uma Malévola marcante, que a traz aos holofotes de Hollywood novamente.

Uma observação final: é engraçado o esforço da versão brasileira para trocar o nome do personagem originalmente chamado Pinto. Ele vira Pingo em português.

______________________________________________________________________________

Malévola –  Dona do Mal / Maleficent – Mistress of Evil

CLASSIFICAÇÃO: VALE O INGRESSO

Ficha técnica:

Ano: 2019 

Duração: 119 min.

Direção: Joachim Rønning

Elenco: Angelina Jolie, Elle Fanning, Harris Dickinson 

Gênero: Fantasia

Categorias: Fantasia

Sobre o Autor

Escreva um Comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios*