Os Croods

Os Croods

Rating

2 out of 5
Espere a sessão da tarde

Total

2
2 out of 5

Isso é difícil, mas não gostei da animação que vi neste fim de semana. Resolvi assistir a Os Croods, da DreamWorks, com a certeza de que me divertiria. Não foi um péssimo programa, mas ficou longe de ser divertido.

Época dos neandertais. Grug (voz original de Nicolas Cage), o pai da última família das redondezas, tem uma regra que filhos, esposa e sogra têm de respeitar: fiquem dentro da caverna! Quem não gosta disso é sua filha adolescente Eep (Emma Stone). Claro que chega um momento que ela sai para explorar o mundo. E logo de cara encontra Guy (Ryan Reynolds), um modernoso adolescente, que a encanta ao ensinar como produzir fogo.

Depois que um acidente chamado “início do fim do mundo” destrói a caverna onde moram, os Croods são obrigados a procurar um novo abrigo. E assim começa a aventura.

O filme foi criado para encantar em cinemas 3D. Isso fica evidente quando as aves voam em direção à tela e as cores “explodem”. Só que a história é devagar, sem criatividade.

Por qual motivo a filha caçula de Grug parece um cão? A menina só falta latir. As piadas entre genro e sogra aparecem toda hora, sempre já esperadas. E por que só os Croods são trogloditas? Ah, os bichos são imaginação pura dos desenhistas: tem tigre verde, cão com cara de jacaré… e, claro, um bonitinho – uma espécie de preguiça – que acompanha a saga.

Em um passado muito muito distante a DreamWorks resolveu que pode-se tudo. Aí fica fácil – não necessariamente bom.

Os Croods / The Croods


CLASSIFICAÇÃO: ESPERE A SESSÃO DA TARDE 


Ficha técnica: 
Ano: 2013
Duração: 98 min.
Gênero: Animação
Direção: Kirk De Micco e Chris Sanders
Roteiro: Kirk De Micco e Chris Sanders
Elenco (vozes): Nicolas Cage, Emma Stone, Ryan Reynolds, Catherine Keener, Cloris Leachman e Clark Duke

Categorias: Animação
Tags: Os Croods

Sobre o Autor

Escreva um Comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios*