Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios

Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios

Rating

1 out of 5
Nem a pau, Juvenal!

Total

1
1 out of 5

Chato. Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios é chato. Dito – ou melhor, escrito – isso, vamos à explicação.

Baseado no romance homônimo de Marçal Aquino, que co-roteiriza o filme, o longa tem 100 minutos de duração que passam arrastados pela tela. Já parte de uma premissa errada, de que todo espectador conhece o livro. Ou é isso ou é ruindade mesmo dos roteiristas, pois há conversas sem nexo entre os personagens e passagens totalmente desnecessárias.

Camila Pitanga protagoniza a obra passando pelada em quase todas as cenas, muitas delas, mais uma vez, desnecessárias, mesmo se tratando de um enredo sobre um triangulo amoroso.

É o sexto filme de Beto Brant baseado na obra de Marçal Aquino. Os outros foram: Os Matadores (1997), Ação Entre Amigos (1998), O Invasor (2001), Crime Delicado (2005) e Cão Sem Dono (2007). Barbaridade, dá até medo de ler os livros.

Os últimos 20 minutos são as melhor parte do longa, e isso não significa que sejam bons. E que diabos são as cenas de natureza, descabidas? É a musa sendo disputada? E a politicagem que permeia algumas cenas? CHATO!

Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios


CLASSIFICAÇÃO: NEM A PAU, JUVENAL!


Ficha técnica:
Ano: 2011
Duração: 100 min.
Gênero: Drama
Direção: Beto Brant e Renato Ciasca
Roteiro: Marçal Aquino, Beto Brant e Renato Ciasca
Elenco: Camila Pitanga, Gustavo Machado, Zé Carlos Machado, Gero Camilo, Adriano Barroso e Antonio Pitanga

Categorias: Drama

Sobre o Autor

Escreva um Comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios*