Goose

Goose

Rating

3.5 out of 5
Vale o ingresso

Total

3.5
3.5 out of 5

Reece “Goose” Tatum foi um dos mais espetaculares jogadores de basquete da história. Estrela mundial nas décas de 1940 e 1950, hoje é pouco conhecido, até mesmo nos Estados Unidos, sua terra natal. É de sua fama que o documentário Goose trata.

Produzido pelo canal de televisão esportivo ESPN, Goose nasceu como parte da programação do Black History Month, mês organizado pela emissora em homenagem aos históricos esportistas negros.

O filme mostra um pouco da vida de Tatum, líder do Harlem Globetrotters de 1942 a 1954, quando se tornou o atleta mais bem pago do mundo. Uma combinação de talento no basquete com genialidade na comédia.

 Engana-se quem pensa que os Globetrotters foram só palhaçadas ao longo do tempo. O documentário aborda com maestria dois jogos entre os Trotters e o então Mineapolis Lakers. São duas vitórias dos então menosprezados do Harlem, em Nova York, a primeira apertada e a segunda com direito a show.

Ainda tem depoimentos de jogadores do Hall da Fama do Basquete, lendas que se espelharam em Goose. O ápice é a entrada póstuma de Goose no mesmo “panteão”, em 2011, quando seu filho mais novo recebe a honraria. Chega-se a afirmar, no filme, que Goose foi o mais famoso atleta americano em todo o mundo antes da existência de Michael Jordan.

A história é pontuada pela abordagem do racismo norte-americano no meio do século 20. Se em todo o mundo Goose era famoso, no sul dos Estados Unidos ainda sofria com preconceito.

Após brigar com a direção dos Globetrotters, Goose formou seu próprio time, o Harlem Magicians, sem o mesmo sucesso. Em seguida, comprou dois times, um de beisebol e outro de basquete, times “sérios”, digamos. Em 1967, aos 45 anos, morreu.

Goose 
CLASSIFICAÇÃO: VALE O INGRESSO 
Ficha técnica: 


Direção: Kevin Shaw
Duração: 60 min.
Ano: 2012
Gênero: Documentário

Categorias: Documentário
Tags: Goose

Sobre o Autor

Escreva um Comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios*