Os Vigaristas

Os Vigaristas

Rating

3 out of 5
Até vale o ingresso

Total

3
3 out of 5

Gostei de Os Vigaristas. A história é boa, com duas atuações bem engendradas de Nicolas Cage e Sam Rockwell. Ia tudo bem… até que percebi que faltava uma surpresa ao filme, daquelas que normalmente aparecem no fim. Quando descobri, veio uma certa decepção.

Roy (Nicolas Cage) é um vigarista que tem Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC). É um caso extremado. Ao lado de Frank (Sam Rockwell), ele planeja um novo golpe, que, caso dê certo, será bastante lucrativo. Porém, inesperadamente ele descobre ser pai de uma menina de 14 anos (Alison Lohman), o que começa a mudar o rumo de sua vida.

Aliás, não só Cage e Rockwell vão bem nas interpretações. Alison Lohman fez o teste para o filme agindo como uma garota de 14 anos, mas na vida real tinha 22 anos. No filme ela parece realmente uma menina em plena adolescência, vívida, espoleta.

O problema do filme é exatamente o que fazer com a história. Dirigido por Ridley Scott (de Alien – O Oitavo Passageiro, Prometheus, Blade Runner e Robin Wood), fica na cara que, em seu desenrolar, falta algo. E quando este “algo” aparece, no meu caso ainda longe do fim, as cenas ficam esperadas, uma confirmação do que se imaginou.

Tudo se encaixa de uma maneira fácil em um filme que começa super bem, mas depois fica “normal”.

Os Vigaristas / Matchstick Men 


CLASSIFICAÇÃO: ATÉ VALE O INGRESSO 


Ficha técnica: 
Direção: Ridley Scott
Elenco: Nicolas Cage, Sam Rockwell, Alison Lohmanm e Bruce McGill
Gênero: Comédia
Ano: 2003
Duração: 116 min.

Categorias: Comédia

Sobre o Autor

Escreva um Comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios*