Matador

Matador

Rating

2 out of 5
Espere a sessão da tarde

Total

2
2 out of 5

Filme louco de Pedro Almodóvar. Avaliação redundante, não? Pode até ser. Mas em Matador estamos em mais um filme pirado deste diretor pirado.

Antonio Banderas (bem novinho) é Angel, um jovem com um parafuso a menos que resolve ser aprendiz de toureiro para se livrar do excesso de repressão e religiosidade que é submetido pela família. Para provar sua masculinidade, tenta estuprar a amante de seu professor, mas não consegue por falta de ereção. Em seguida, assume a autoria de quatro assassinatos que não cometeu.

Enquanto Angel tenta provar que é criminoso, o delegado tenta provar sua inocência. É o nonsense total, o inverso do costumeiro. Qual o motivo desta “penitência” do protagonista? Fica a pergunta para o fim do filme.

O roteiro é bacana. Estão lá as cenas coloridas de Almodóvar e todos os personagens pitorescos. Mas falta liga. Os dois assassinos, que mataram as quatro pessoas, se juntam a Angel em um passe de mágica. A dupla de assassinos ainda passa a ter um caso. E a mãe de Angel é uma de suas acusadoras (mesmo ele sendo inocente).

Tudo isso vai minando a boa vontade do espectador. Mas o filme descamba mesmo quando Angel passa a ter visões do presente. Isso mesmo: ele não vê o futuro; vê o presente, mas em local diferente ao seu.

Típico Almodóvar. Mas longe de ser um de seus melhores.

Matador / Matador

CLASSIFICAÇÃO: ESPERE A SESSÃO DA TARDE

Ficha técnica:

Ano: 1986
Direção: Pedro Almodóvar
Gênero: Suspense
Roteiro: Pedro Almodóvar e Jesús Ferrero
Elenco: Assumpta Serna, Antonio Banderas, Nacho Martínez, Eva Cobo e Julieta Serrano

Categorias: Suspense
Tags: Matador

Sobre o Autor

Comentários

  1. Anônimo
    Anônimo 7 março, 2012, 19:08

    Eu so vejo Almodóvar quanto estou com paciência. Eu não sei, as histórias são bem boas mas não consigo ser fisgada.

    Bjs
    Marina

Escreva um Comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios*