Jogo de Cena

Jogo de Cena

Rating

5 out of 5
Pare tudo e vá ver!

Total

5
5 out of 5


… Assim também é Jogo de Cena. Atendendo a um anúncio de jornal, 23 mulheres foram selecionadas e filmadas no Teatro Glauce Rocha, no Rio de Janeiro. O motivo: contar histórias de vida. Em setembro do mesmo ano, atrizes interpretaram, ao seu modo, as histórias contadas por algumas das personagens escolhidas.

É a mesma “química”: as histórias são muito boas. E nada mais é preciso. Mas com dois adicionais, que martelam na cabeça do espectador: 1 – é extremamente difícil interpretar alguém real, alguém que existe e vai ser comparado ao artista; 2 – quem está interpretando e quem está contando a história real (por isso não vou postar os nomes das atrizes na ficha técnica)?

Como disse Fernanda Torres, uma das atrizes que, além de interpretar, conta uma história sua, “quando você lida com uma personagem real, a própria realidade esfrega na sua cara onde você poderia ter chegado e não chegou”.

Eduardo Coutinho lembrou um fato interessante: o anúncio pedia que mulheres contassem “histórias de vida”, não necessariamente delas. Mas todas as 83 contaram histórias de suas vidas.

Edifício Master e Jogo de Cena são obrigatórios para quem gosta de bom cinema.


Jogo de Cena

CLASSIFICAÇÃO: PARA TUDO E VÁ VER

Ficha técnica:

Direção: Eduardo Coutinho
Duração: 105 min.
Produção: Raquel Freire Zangrandi e Bia Almeida

Categorias: Drama
Tags: Jogo de Cena

Sobre o Autor

Comentários

  1. Angélica Vilela
    Angélica Vilela 7 outubro, 2010, 15:46

    As pessoas sentem necessidade de contar sua vida, mas pouca gente tem tempo e paciência para ouvi-las. Tá aí a síntese desse filme. E as histórias são, novamente, muito boas. Mostram como um filme que tem sempre o mesmo cenário e posições pode te prender por mais de uma hora.

Escreva um Comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios*