Arquivo

Voltar para a Home
Comédia

Mike Tyson – Memória Fora de Disputa

Produção da HBO, direção de Spike Lee, no formato de depoimento, só ele. Pensei que Mike Tyson – Memória Fora de Disputa fosse interessante. Não posso dizer que não é. Mas poderia ser bem melhor. O ex-campeão de pesos pesados do boxe, o mais novo a ganhar o cinturão na história, apresenta um honesto monólogo de teatro, transformado em filme para TV. Tudo se resume ao depoimento de Tyson. As diferenças entre a versão para a TV e a do

Drama

Nebraska

Abordar a velhice, com as dificuldades inerentes ao passar do tempo, não é novidade no cinema. Filmes e mais filmes já apareceram por aí, alguns ótimos outros ruins, alguns leves e outros mais pesados, muitos dramáticos e poucos provocando risadas. Alexander Payne joga tudo isso no lixo. O diretor de Nebraska acerta em cheio ao realizar um longa austero, mas ao mesmo tempo leve. A risada em algumas cenas vem fácil, mas é no desenrolar do drama que o espectador

Suspense

Miragem

Miragem começa como uma bomba para o espectador. Um prédio fica sem energia e, ao descer as escadas no escuro, David Stillwell fica confuso. Ele cruza com pessoas que dizem o conhecer há anos, sem que ele se lembre delas. E a partir daí sua vida fica estranha: a geladeira em seu apartamento aparece vazia, mas em seguida está cheia. No bar que frequenta rotineiramente o barman já não sabe qual seu drink preferido. Uma mulher linda cruza com ele

Comédia

É o Fim

Stoner movie. O termo se refere ao tipo de filme com personagem “doidão” por causa do uso de drogas. Não é algo novo. Geralmente é uma comédia e vem com um nome que dá medo: Madrugada Muito Louca, Dois Doidões em Harvard, Segurando as Pontas…enfim, aquelas comédias meia-boca. É o Fim se encaixa no grupo. Mas não só isso. É o auge deste tipo de filme. Seth Rogen, Michael Cera, James Franco, Danny McBride, Jonah Hill, Craig Robinson, Rihanna, Emma

Drama

Reino Animal

Reino Animal retrata uma Melbourne, na Austrália, onde o crime e a polícia convivem sem se incomodar. Uma família de traficantes é dona de um pedaço da cidade. E policiais fazem vista grossa. Nesta família chega Joshua, sobrinho dos líderes, que se vê obrigado a entrar para a criminalidade. É o primeiro filme do diretor David Michôd. Não é dos piores. Mas logo dá para perceber o que a cena seguinte irá mostrar. São quatro irmãos, e se sabe até

Suspense

Tese Sobre Um Homicídio

Na Copa do Mundo de futebol (preciso escrever Fifa® aqui?) a Argentina bateu na trave. Ficou em segundo lugar. No cinema, uma área dominada pelos argentinos com maestria na América Latina, Tese Sobre Um Homicídio, o mais recente longa do onipresente Ricardo Darín (O Segredo dos Seus Olhos, Elefante Branco, Nove Rainhas e Um Conto Chinês), também. Com bons diálogos e cenas muito bem cuidadas, o filme acompanha Roberto Bermudez, um professor de Direito Criminal que sente-se incomodado com o jovem Gonzalo (Alberto

Romance

A Alegria de Emma

Emma é uma garota do campo que vive em uma fazenda no interior da Alemanha. Max é um vendedor de carros com pouco tempo de vida. O destino se encarrega de cruzar o caminho dos dois em A Alegria de Emma. Se nas primeiras cenas parece que vem um filme chato, insista e chegue aos 10 minutos iniciais. Daí para frente o espectador é conquistado. As interpretações de Jördis Triebel (Emma) e Juergen Vogel (Max) foram reconhecidas com diversos prêmios.

Drama

Uma Vida Iluminada

Baseado em livro de Jonathan Safran Foer, Uma Vida Iluminada é um road movie sobre a ocasião em que o escritor – um cara um tanto estranho, que gosta de colecionar objetos sem valor financeiro – deixou os Estados Unidos e seguiu para o leste europeu atrás da pessoa que salvou seu avô dos nazistas. É, no mínimo, um filme diferente. Com Elijah Wood menino como protagonista, afinal a obra é de 2005, o longa é inteiro em cima de

Ação

Robocop – 2014

É muito curioso ver as pessoas falarem e escreverem bem sobre Robocop, o filme produzido em 1987. De uma hora para outra virou um filmaço, um divisor de águas dos filmes de ação. Para mim sempre foi mais um longa… comum. E se passasse na Sessão da Tarde eu mudava de canal, já que vi inúmeras vezes. Agora o brasileiro Alexandre José Padilha lançou seu remake. Seria muito difícil ser pior que o original – e não é. Mas definitivamente

Drama

Ninfomaníaca – Parte 1

Filmes que já sei não terem fim me dão preguiça… Ninfomaníaca – Parte 1, já pelo que indica o título, é assim. Mas é de Lars von Trier, que raramente erra. É mais um bom filme do “pai” de Melancolia, Anticristo, Dogville, Dançando no Escuro, Elementos de Um Crime e Europa. Menos chocante que o esperado, mas ainda assim competente. Logo no início há uma mensagem de que a versão não é a final de Von Trier, já que não